Notícias 08/05 - Diretor do IRIB participa de jantar de desagravo ao ministro Dias Toffoli

Foi realizado na noite da última sexta-feira (03/05), no restaurante Figueira Rubaiyat na cidade de São Paulo (SP), um jantar de desagravo para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

diastoffoli

Foi realizado na noite da última sexta-feira (03/05), no restaurante Figueira Rubaiyat na cidade de São Paulo (SP), um jantar de desagravo para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

Organizado por advogados, integrantes do Ministério Público, magistrados, acadêmicos e representantes de entidades de classe, o evento contou com a presença do presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), Claudio Marçal Freire; da presidente da Associação dos Notários e Registradores do Estado de São Paulo (Anoreg/SP), Giselle Dias Rodrigues O. de Barros, do presidente do Colégio Notarial do Brasil – Secção São Paulo (CNB/SP), Andrey Guimarães Duarte; do presidente do Instituto de Estudos de Protesto de Títulos do Brasil – Seção São Paulo (IEPTB/SP), José Carlos Alves; do diretor de Tecnologia da Informação do Instituto Imobiliário do Brasil (IRIB), Flauzilino Araújo dos Santos; das diretoras da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado de São Paulo (Arpen/SP), Karine Boselli e Milena Guerreiro; do presidente da Academia Notarial Brasileira (ANB), Ubiratan Guimarães; e do assessor jurídico, Marco Aurélio Carvalho.

Em seu discurso, o ministro Dias Toffoli criticou a tentativa da força-tarefa da Lava Jato de usar os R$ 2,5 bilhões ressarcidos à Petrobrás para criar uma fundação, além de afirmar que as instituições democráticas estão sob ataque e precisam ser defendidas pela sociedade. “Há quem diga que o STF não precisa ser defendido. Será que a democracia não precisa ser defendida? É preciso que defendamos diuturnamente as instituições responsáveis pelo estado democrático de direito e pela democracia”.

Com mais de 300 convidados, o jantar de desagravo ao presidente do Supremo Tribunal Federal também contou com a presença do presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz; e do corregedor nacional de justiça, ministro Humberto Martins.

Fonte: Portal do RI